Saiba como proteger o seu pet de coceiras e lambidas excessivas

Saiba como proteger o seu pet de coceiras e lambidas excessivas

Assim como os humanos, pets também podem passar por períodos de coceira. As causas são muitas, desde ingredientes da alimentação até o contato com produtos químicos. O incômodo constante faz com que eles desencadeiem compulsões para coçar, lamber e mastigar. Quando machucados, fungos e bactérias podem se manifestar.

Com a chegada do verão, é importante que os donos estejam atentos. Mudanças de clima e ambientes influenciam a rotina dos bichanos. Mosquitos, pulgas e carrapatos podem causar alergias. Agentes ambientais como pólen e mofo também. Em viagens de férias, a atenção deve ser redobrada.

Na praia ou no campo, os perigos para os bichanos são vários. Pedras e espinhos podem entrar nas patinhas e causar dor.  Esse desconforto pode fazer com que os pets queiram amenizar o sofrimento. Problemas ortopédicos, incluindo dor nas costas e displasia do quadril, também podem perturbar os bichinhos. A solução pode ser lamber, coçar e morder o local dolorido.

Algumas doenças também podem ser diagnosticadas quando identificados esses sintomas. Distúrbios psicológicos semelhantes ao transtorno obsessivo compulsivo nos humanos, falta de hormônios da tiróide suficientes ou produção excessiva de cortisol (Doença de Cushing) também são desequilíbrios que podem agredir a pele.

É importante cuidar da higiene dos animais. Saiba como: http://bit.ly/17fmpy5

Consultas veterinárias periódicas podem garantir a saúde dos pets. Alguns medicamentos previnem os bichanos. Conheça: http://bit.ly/19AMEPk


Anterior: Dogue Alemão, seu maior e melhor amigo! Próximo: Pensa em adotar um gatinho? Veja as dicas e seja um dono de primeira viagem bem informado