Remédios humanos podem ser perigosos para pets

Remédios humanos podem ser perigosos para pets

 

Todo dono de pet que se preze se preocupa com os cuidados básicos de seu animal, especialmente quando o assunto é saúde. O problema que alguns donos podem enfrentar no momento de tentar auto-medicar o seu pet doente é o animalzinho acabar piorando.

É muito comum, nestes casos, ver relatos de intoxicação, alergias ou reações adversas, por conta da ingestão de remédios humanos. Além do problema de reação ao remédio, há outro fator que pode comprometer a vida do animal: a dosagem ingerida.
Você sabia que os gatos são ainda mais sensíveis e apresentam grande intolerância a medicamentos que são usados, sem problemas, em cães e humanos? Por isso, o conselho é sempre consultar o veterinário antes de qualquer decisão. Há casos de remédios humanos que podem ser dados ao animal, mas o profissional recomendará melhor qual é o tipo de medicação e a sua dosagem exata.

 

 

Confira as listas de proibições aos pets:

GATOS – MEDICAMENTOS PROIBIDOS:

Acido acetil salicílico (Aspirina®)
Paracetamol (Tylenol®, Anador®)
Pseudoefedrina (Claritin®, Tylenol Sinus®, Loratadina®)
Salicilato de Bismuto (Pepto Bismol®, Peptozil ®)
Iboprofeno (Advil®)
Piroxican (Feldene®, Inflamene®)
Enema de Fosfato (Fleet Enema®)
Xampu à base de Alcatrão (Sebotrat -O®, Ionil T®, Politar®)
Xampu com Benzoato de Benzila (Acarsan®)
Xampu com Acido salicílico.
Xampu com Sulfeto de Selênio (Selsun Ouro®, Selsun Azul®)
Peroxido de Benzoila – usar com cautela (Peroxidex®, Sana Dog®, Pertopic®)
Piretróide (Antiparasitário como Butox® )
Levamisol (Ascaridil®)
Azatioprina (Imuram®)
Piridium®
Diclofenaco potássio (Cataflan®)
Diclofenaco sódico (Voltaren®)

CÃES – MEDICAMENTOS PROIBIDOS:
Diclofenaco de potássio (Cataflan®)
Diclofenaco sódico (Voltaren®) e a grande maioria dos anti-inflamatórios de uso humano.
Piridium®

O Meu Amigo Pet alerta: Na dúvida, sempre consulte o veterinário!

Seu amigão está doente? Adquira medicamentos para ele no site do Meu Amigo Pet!

Fonte: Petmag.uol


Anterior: Qual é o melhor pet para seu filho? Próximo: A história do coelho