Raças: Malamute do Alaska

Raças: Malamute do Alaska

Quando o homem decidiu desbravar o Alaska, nos EUA, um fator determinante para a sobrevivência naquelas condições foi justamente a presença dos cães. Durante essa época, o homem desenvolveu raças que fossem verdadeiros sobreviventes, adaptados ao frio congelante da região e rápidos e resistentes para puxar trenós, em qualquer parte do ano.

 

Mas o Malamute do Alaska se diferenciou um pouco dos outros cães criados para o Alaska. Ele possuía a força como sua principal característica, e não a velocidade, como seus primos Huskys. Por isso, os Malamutes foram os responsáveis pelo carregamento de cargas pesadas, por sua força e resistência acima da média.

O Malamute é um cão leal e afetuoso, podendo se dar muito bem com crianças. Mas por se tratar de um cão desse porte e do Alaska, ele pode ser orgulhoso, fazer birra, dar mostras de independência e ter tendência a querer ser o dominante da casa. Por isso, você deve adestrá-lo e ensiná-lo muito bem quando ele ainda é filhote. Mas se você fizer direitinho, ele não causará problemas para suas visitas, podendo ser bem simpático com elas.

Os Petmaníacos que querem criar um cãozinho podem procurar tudo o que é preciso para ele no site do Meu Amigo Pet, desde rações e coleiras, até caminhas e brinquedos!

Fonte: Web Animal


Anterior: Adotar um cão adulto tem muitas vantagens Próximo: Cavar pode indicar instinto ou compulsividade nos cães