Que tal uma iguana em casa?

Que tal uma iguana em casa?

Para quem deseja sair do trivial e ter um animal um tanto quanto exótico, que tal uma iguana em casa? Este réptil pode ser criado em casa, desde que sejam seguidas algumas normas do IBAMA. É necessário ter um certificado pelo órgão, ou seja, o animal virá com um microship, cujo número aparecerá uma espécie de nota fiscal.

A quem possa interessar, o blog do Meu Amigo Pet fez o levantamento completo da ficha das iguanas, confira!!

Nomes populares: Iguana, iguana-verde, camaleão, sinimbu.
Nome científico: Iguana iguana.
Origem: América Central e Sul, é comum em regiões de muito calor e secas, como os desertos mexicanos.
Família: Iguanidae.
Tamanho: Pode chegar aos 2,50 metros, mas no Brasil atingem, no máximo, 1,80.
Cor: Varia de verde-limão até marrom-acinzentado.
Personalidade: Não são agressivas, mas se manuseadas de maneira incorreta podem morder, arranhar ou ainda fazer de seu rabo um chicote. Portanto, não recomendada para crianças!
Alimentação: Em seu menu, são comuns insetos (tenébrio, grilo, barata) e até filhotes recém-nascidos de rato, mas contentam-se com uma ração específica e balanceada para sua espécie. (Não se esqueça que os insetos para alimentá-las são vendidos em petshops).
Riscos a saúde humana: Como todo o animal, as iguanas também podem transmitir algumas bactérias aos humanos. Neste caso, estamos falando da salmonelose, uma infecção que causa vômitos e diarreiae e que pode ser facilmente evitada apenas lavando bem as mãos após manusear o bicho.
Expectativa de vida: 15 anos

 

E aí, amantes de répteis, alguém quer ter uma iguana? Quem já possui, compartilhe sua experiência com o Meu Amigo Pet!!

Fonte: Jovem Pan UOL 


Anterior: Raças: British Shorthair Próximo: Beijinho que não faz mal