Poder do não

Poder do não

Por Malu Araújo, adestradora e consultora comportamental da equipe Cão Cidadão.http://infolio-rg.ru

Os proprietários de cães têm a mania de acreditar que seus cachorros entendem o que eles estão falando, que eles sabem quando fizeram alguma coisa errada e que não podem fazer aquilo. O “não” é uma palavra tão usada que até livros e filmes fazem brincadeiras com o assunto, dando a entender que o cachorro pensa que o “não” é o nome dele, de tanto que ouve isso!

“Não pula ai”, “não entra aqui”, “não pegue isso”, “não pode” são expressões que muitos falam e têm certeza de que o cachorro está fazendo por pirraça. O problema está justamente aí: cães não entendem português, nem inglês ou língua alguma. Se o cachorro se esconde quando você fala “não”, é porque ele percebeu, pelo seu tom de voz e expressão, que você está bravo. Se o seu cachorro, quando ouve o “não”, pega o objeto proibido e sai correndo, certamente é porque ele entendeu que, fazendo a coisa errada, ele consegue atenção.

Então, para que essa palavra funcione, a primeira coisa que devemos fazer é ensinar o cachorrinho um comportamento alternativo. Por exemplo, se você não quer que ele suba no sofá, mostre que ficar na caminha dele é muito gostoso – sempre que ele estiver nela, elogie e faça carinho. Se você não quer que o cachorro pule em você ou nas visitas, ensine-o a sentar, e ele receberá atenção quando estiver nessa posição.

Agora, também é possível ensinar o que significa o “não”. Cães aprendem palavras, mas será necessário ensinar antes de uma forma objetiva. Um exemplo: sentado em frente a ele, coloque um petisco no chão, fale “não” – você pode usar um borrifador de água ou um barulho, como o de uma lata com moedas – e, quando o cachorro tentar pegar, você faz o barulho ou joga o jatinho, interrompendo o ato antes que ele aconteça. Repita isso até que ele desista de pegar.

Quando você colocar o petisco no chão novamente e ele não tentar pegá-lo, dê uma recompensa. Com isso, ele aprenderá o significado da palavra “não”. Mas, uma coisa superimportante é que cada animal tem uma sensibilidade diferente do outro, então, a bronca não deve ser, de forma alguma, agressiva ou assustar demais o pet.

Mais algumas dicas para usar corretamente o “não”:

–        Procure não usar o nome do animal junto com o “não”: só a palavra “não” é mais fácil para eles entenderem do que uma frase mais longa, como “não pode pegar o meu sapato”;

–        Evite falar o “não” várias vezes seguidas, principalmente se ele já pegou o que não devia ou entrou em algum lugar que você não quer que ele entre.

–        Lembre-se de que o “não” deve ser usado para o animal fracassar na atitude errada: ele precisa entender que aquilo que ele ia fazer é errado e o momento correto da repreensão é antes do ato, e não durante.

Algumas pessoas se sentem incomodadas de falar “não” para o animalzinho, mas é importante ter limites, até para a própria segurança dele. Por exemplo, se cair no chão algum objeto perigoso ou um alimento tóxico, e ele já souber o “não” e respeitar antes de pegar o que caiu, você poderá evitar, com uma simples palavra, um acidente.

Lembrando sempre de recompensá-lo por ter obedecido, dando muitos beijos e fazendo carinho!

Criada por Alexandre Rossi, a Cão Cidadão atua há 15 anos com adestramento e comportamento animal. Oferece adestramento em domicílio, consultas comportamentais, além de uma agenda mensal de cursos e palestras. Tudo isso com muito amor e respeito. Para saber mais sobre a Cão Cidadão, entre em contato com a Central de Atendimento, pelo telefone (11) 3571-8138, ou acesse www.caocidadao.com.br.


Anterior: Ajude seu cão a perder o medo dos fogos de artíficio Próximo: 7 benefícios por conviver com animais
  • mariza

    Muito bom, tenho um animalzinho com 2 meses, é muito levado e espoleta, vou tentar com ele
    Obrigada

  • olá alexandre eu tenho uma cachorrinha chitzu e ela tá comendo parte de seu coco e estou apavorada com essa atitude ela tem 3 meses,já dei coprovet e não resolveu nada,o que estou fazendo assim que vejo fazer coco é tirar na hora, mas nem sempre estou por perto pra fazer isso pois trabalho,preciso da sua ajuda como devo agir nessa situação nojenta.obrigada desde já.

  • SoniaRegina

    Meu cachorro é mestiço de labrador e está fazendo verdadeiras crateras no meu quintal.O que posso fazer p/ele parar de cavar buracos.Ele faz buracos de meio metro de profundidade.Não tenho mais gramas é só terra e buracos.