Pet medroso, e agora?

Pet medroso, e agora?

É muito comum que os cães sintam medo de algumas coisas desconhecidas, lugares estranhos ou até mesmo outros animais. Em casos como esses, é preciso saber que muitas vezes o dono é o principal culpado pelo medo que o animal sente, e isso pode ser uma questão de criação.

Quando vemos nossos cãezinhos assustados e com medo de alguma coisa, nossa tendência e senso de proteção nos faz querer afagá-los e acalmá-los, mas esse é o principal vilão na criação de um cão medroso. Cachorros associam suas atitudes a estímulos positivos e negativos, assim, quando fazemos carinho ou damos um biscoito a um cachorro medroso, estamos automaticamente falando que é bom ele sentir medo.

E caso você já tenha um bichinho medroso e quer reverter esse problema, a primeira dica é demonstrar confiança sempre. O dono do pet precisa ter a noção de que é o líder da matilha, por isso, o pet se inspira nele. Portanto, se o dono estiver com medo também ou demonstrar insegurança, isso irá se refletir nas atitudes do cão.

Um jeito interessante e inteligente de trabalhar o medo de seu cachorro é fazer ele conviver com objeto/local/animal que o assusta sem perceber. Distraia o pet, brincando com ele e quando ele estiver cansado, atraia para perto sem que ele note. Outro modo é fazer ele buscar biscoitos perto do objeto ou lugar que ele teme. Assim, ele vai se acostumar com a presença e vai ser obrigado a trabalhar o medo dele.

E lembre-se: os melhores petiscos para ajudar nesse trabalho com seu cão, você encontra no site do Meu Amigo Pet!

Fonte:  Cão Feliz 


Anterior: O que fazer quando meu pet tem alguma alergia? Próximo: Raças: Buldogue Campeiro