Macho ou fêmea?

Muitos PetLovers querem aumentar a família e adquirir um animalzinho de estimação. Mas o que algumas pessoas não sabem, principalmente os marinheiros de primeira viagem, é que o sexo do animal pode alterar o comportamento dele, e escolher bem entre macho ou fêmea na hora de adotar um cãozinho pode ser a diferença entre ter paz ou viver uma dor de cabeça.

As fêmeas são muito mais meigas e dóceis que os machos, de uma maneira geral. É claro que a personalidade muda muito de animal para animal, mas, de uma forma geral, essa regra vale. As meninas tendem a se apegar mais aos membros da família, gostam mais da companhia do dono e são muito mais caseiras. Porém, existe o período do cio, no qual a cadela ficará muito mais sensível, terá oscilações hormonais que afetam o humor e sofrerá com o assédio dos machos da região.

Por outro lado, temos os machos. Cães são animais sociais, acostumados a viver em matilhas desde os tempos antigos, e esse passado é responsável por características marcantes em seus comportamentos. Nos machos, existe um reflexo muito claro disso, que pode ser visto quando um cão macho se acha o dono da casa. Isso porque ele considera a família como sua matilha, portanto ele seria o macho alfa da casa, em disputa da liderança.

As fêmeas tendem a aceitar ordens mais facilmente, já o macho possui um lado mais aventureiro e transgressor. No entanto, quando se trata de defender o lar, os machos serão sempre os mais ferozes guardiões e defenderão sua família com unhas e dentes, principalmente dentes.

Agora que você já sabe quais são as principais diferenças entre machos e fêmeas, escolha com cuidado o sexo do seu bichinho e não se esqueça que você encontra rações, caminhas e tudo que o novo membro de sua família irá precisar, na loja do Meu Amigo Pet.


Anterior: Raças: Pastor Alemão Próximo: Meu cachorro está enxergando bem?