Conflito entre gatos: como proceder?

Gatinhos são animais muito inteligentes, observadores e podem ser grandes companheiros para seus donos. Mas, quando expostos a convivência com outros animais, especialmente com outros felinos, podem ser nada pacíficos.


Todo dono de gato sabe que seu bichano é territorialista, e, eventualmente, a convivência entre dois gatos pode resultar em uma batalha sobre quem manda no recinto. É muito comum quando se tem mais de um gato em casa, que um deles se torne o dominante, em determinados ambientes da residência.
Outro fator que pode influenciar no mau convívio está ligado à divisão de objetos. Um gato se torna socialmente maduro de 2 a 5 anos, e se ele não foi acostumado, desde pequeno, a dividir a caixa de areia e pratinhos, é bom que cada animal tenha seus objetos individuais, para que não haja brigas constantes.
Pequenas atitudes, como levar os gatos juntos ao veterinário e banho, também melhoram a convivência. Você sabia que quando um dos animais vai ao petshop, por exemplo, pode voltar com um cheiro diferenciado que pode ser considerado uma ameaça ao outro pet?


Se forem filhotes, é melhor que os animais cresçam juntos, mas se forem adultos, é sempre recomendável que o dono não crie diferença nem situações de ciúmes entre os seus gatinhos.
Ter um gato é bom, ter dois é melhor ainda. Só donos de gatos sabem como é bom ter este bichano em casa. Aproveite e dê um pulinho na loja virtual do Meu Amigo Pet e encontre os melhores produtos para seu gatinho.


Anterior: Centro da Costa Rica se dedica a resgatar e cuidar de animais selvagens Próximo: Homeopatia para pets