Como os gatos caem de pé?

Como os gatos caem de pé?

Já disseram que eles possuem sete vidas e que têm pactos com bruxaria e coisas sobrenaturais.
Na verdade, o fato dos gatos caírem de pé está ligado a dois simples fatores: ciência e bons
reflexos.

Para quem não sabe, todo mamífero possui um sistema de orientação batizado de “vestibular”, ele
é responsável por nos avisar quando a cabeça não está na posição correta. Nos gatinhos, este é
um sistema bem aguçado e, por isso, eles tem mais facilidade com quedas.

Durante a queda, o cérebro interpreta os sinais do “vestibular” e, por meio de estímulos elétricos,
o corpo do pet recebe a orientação para virar. O felino, normalmente, começa o movimento pela
parte superior do tronco.

A cauda, a ausência de clavícula e a coluna são importantes fatores para evitar que o gato se
machuque com a queda. Isso porque a cauda se porta como a cauda de um avião e a ausência
de clavícula auxilia na proteção da cabeça. A coluna, por sua vez, fica mais arqueada para que as
suas patas criem atrito com o ar e amenizem a queda.

É claro que, de uma distância muito alta, o felino pode se machucar gravemente. Mas, este é o
mecanismo que torna os gatos tão impressionantes à quedas e longos pulos.

 

Fonte: Revista Superinteressante


Anterior: Cantoria diferenciada Próximo: SOS! Saiba como cuidar dos pets em emergências