Como criar um réptil?

Criar um réptil em casa demanda cuidados e muita atenção, mas pode ser um experiência muito especial.

A primeira e maior dica que podemos dar é: estude! Répteis possuem características únicas, que não se assemelham em nada com gatos, cachorros nem peixes. Portanto, qualquer experiência anterior no cuidado de animais não deve ser levada em conta, já que, se você quiser mesmo ter um réptil, vai ser preciso começar do zero. Aprenda tudo sobre a espécie, seus hábitos alimentares, comportamento, tipo de terreno que vive e temperatura ideal para viver. Tudo isso é importantíssimo, pois, se não for feito de maneira correta, seu bichinho pode acabar morrendo. É importante que os PetLovers que querem ter qualquer tipo de réptil se atentem a esses 4 itens abaixo:

Temperatura

Corpos de répteis geralmente possuem uma temperatura bem próxima a do ambiente. Portanto, é fundamental conhecer a temperatura ideal da espécie que você pretende ter e adequar seu terrário a essa margem. É necessário ter certeza, pois pode variar de uma espécie para outra.

Nutrição

Esse é o ponto mais crítico. A alimentação balanceada é importante para todo animal, por isso, estude como funciona o organismo da espécie que você deseja ter. Algumas vezes, uma mesma espécie pode ter diferentes necessidades alimentares em cada período do ano, portanto, cuidado para não deixar seu pet doente e alimentá-lo mal.

Iluminação

A pele destes animais é sensível e necessita de luzes solares específicas. Por isso, você vai precisar de lâmpadas especiais para cada espécie de réptil, além de respeitar os períodos de luz (dia/noite e verão/inverno).

Alocação

Para a alocação, você vai precisar de um cuidado especial, já que é preciso saber que tipo de solo a espécie escolhida está acostumada (se precisa de quantidades altas de água, se precisa de árvores ou galhos para subir). É necessário também um local seguro e seco para o animal descansar e, para isso, procure um especialista quando for montar o viveiro do seu bicho.


Anterior: Cuidado com o contato de seu pet com plantas exóticas! Próximo: Raças: Javanês