Comandos básicos para gatos.

Comandos básicos para gatos.

O gato, assim como o cachorro, também pode aprender alguns comandos básicos.Фламинго

O comando “senta”, por exemplo, é um dos mais simples de ser ensinado e muito útil no dia a dia. Para ensinar o “senta”, segure um petisco próximo ao focinho do gato e faça um movimento levando a mão para a parte traseira dele. O gato seguirá o petisco e se sentará, para ficar em uma posição melhor. Assim que ele se sentar, entregue a recompensa. Repita o movimento algumas vezes e diga junto a palavra “senta”. Assim, ele aprenderá o comando gestual e verbal.

Posicione-se na frente do gato e, quando ele estiver sentado, com um petisco escondido na palma da mão, posicione à direita do corpo dele. Ele tentará tirar o petisco da sua mão e, para não perder o equilíbrio, colocará a pata oposta. Faça a mesma coisa do outro lado, para que ele dê a outra pata, e dê a recompensa! Quando você sentir que ele já está dominando o toque, faça o mesmo gesto, só que agora com a mão vazia e, assim que ele colocar a pata na sua mão, entregue a recompensa com a outra mão, para que cada vez mais ele preste atenção ao gesto que você faz.

O “fica” também pode ser ensinado. Com o gato sentado ou deitado, você diz “fica”, conta alguns segundos e dá para ele um petisco. Depois, aumente aos poucos o tempo, fale novamente o “fica” e recompense. Assim, você poderá, por exemplo, pedir ao seu gato que sente e fique enquanto você abre a porta para uma visita entrar.

Ensinar o gato a entrar na caixa de transporte também é muito útil para poder levá-lo em viagens, passeios e ao veterinário. A caixa deve ficar aberta e, se for possível, retire a portinha. Comece colocando um petisco bem gostoso na entrada da caixa e vá, aos poucos, colocando o petisco cada vez mais para trás e elogie.

 

Faça carinho toda vez que o gato entrar e, depois, acostume a fechar a porta e dê para ele um petisco pela grade, com a porta fechada. Aumente o tempo de permanência aos poucos. Não o deixe, no início do treino, muito tempo na caixa. A intenção é que ele goste de ficar ali e se sinta seguro. Toda vez que ele for entrar, diga algo como “entra” ou “casinha” e, assim, quando você precisar levá-lo a algum lugar, ele irá para a caixa de transporte com facilidade e prazer!


Anterior: Beagle: O Snoopy de estimação Próximo: Dogue Alemão, seu maior e melhor amigo!