A história dos Labradores. Entenda o porquê a raça conquistou admiradores em todo o mundo!

A história dos Labradores. Entenda o porquê a raça conquistou admiradores em todo o mundo!

O Labrador, é uma das raças mais queridas em bem aceitas no Brasil. Conheça um pouco mais sobre a história, hábitos e curiosidades dos labradores:

CARACTERÍSTICAS DA RAÇA: Porte Grande, altura/peso médio 54 – 57cm / 25 – 34kg, Inteligente, disposto, alegre e necessita de exercícios diários. Média de vida 12 – 14 anos. Provavelmente, os labradores surgiram na ilha de terra-nova, onde eram conhecidos como “pequenos terra-nova”. Tanto os labradores quanto as demais raças de canídeos da ilha, possuíam dedos ligados por uma membrana. Descendente dos Mastins, (cães que viviam em montanhas com clima frio) os labradores tiveram que se adaptar ao clima, desenvolvendo características físicas que os defendem das baixas temperaturas, como por exemplo: corpo roliço, forte, com um bom tecido adiposo sob a pele que serve de câmara protetora contra o frio, além da pelagem apertada, espessa e impermeável.

Fora isso, seu tamanho, não muito grande, o seu peito largo, que lhe permite uma boa respiração para nadar nas águas geladas do Atlântico Norte, os seus pés com membrana e o seu manto impermeável, fazem do labrador o cão perfeito para acompanhar grandes barcaças de pesca e atirar-se à água, se fosse necessário, para recuperar uma rede ou um objeto que tivesse caído.

Entre os anos de 1750 e 1810, O labrador era o animal perfeito para caçar aves aquáticas. Com o tempo, adquiriram uma boa reputação como cães de caça, despertando o interesse de alguns nobres e cavaleiros.  Em 1870, a raça já aparecia em revistas de caça desportiva, visto como um cão de constituição simétrica, não isento de elegância, dotado de um temperamento equilibrado e com aptidões naturais para o cobro. Foi sem dúvida o temperamento e a habilidade cinegética da raça que permitiram a estes cães colocarem-se rapidamente entre os preferidos do “sportman” britânico.

O Kennel Club britânico reconheceu oficialmente a raça como Labrador Retriever em 1903. Um ano mais tarde, incluía-o dentro do grupo dos cães de caça. Os Labradores primitivos eram todos de cor negra. Todavia, em 1903, o Kennel britânico ainda não tinha feito uma classificação dos cães cobradores e por isso, nessa época, inscreveram-se cães-irmãos como o Golden (dourado) e labrador (negro), sem mencionar a textura e o comprimento do pêlo. A cor castanha é, contudo, a mais recente, e teve origem nos canis do famoso criador Buccleuch.

O responsável pela difusão da cor dourada é outro cão destacado, Bem of Hyde, nascido em 1899, e que foi empregue como macho de cobrição em numerosas fêmeas, daí resultando os melhores labradores dourados do país. É frequente, nas revistas “cor-de-rosa”, verem-se fotografias da rainha de Inglaterra ou do seu filho, o príncipe Carlos, na companhia de um ou vários labradores. A família real britânica sempre esteve unida, desde o início, à história do Labrador.

O rei Jorge VI foi um grande aficionado da raça, com a qual caçava com muita frequência, e a rainha Isabel II sempre apresentou numerosos labradores nas exposições caninas, procedentes do seu estabelecimento de criação e antigo afixo Wolverton (actualmente Sandrigham). Durante décadas era normal a participação de labradores procedentes dos canis reais, tanto em Crufts como em provas de campo.

Por fim, o Labrador é um cachorro confiável, um bom cão de caça usado pela polícia e pela alfândega como rastreador, como cão terapêutico em comunidades, como cão guia para os cegos. Ele precisa de praticar exercícios regularmente, senão pode engordar. E cai entre nós, um cão gordo não é um cão saudável. 😉 Os filhotes devem amadurecer antes de fazer caminhadas. Jogos e brincadeiras no quintal devem ser o suficiente, podendo até acompanhar uma curta caminhada – com sonecas entre elas.

Esta raça é muito parecida com crianças pequenas. Labradores gostam de esportes aquáticos e sua pelagem seca rapidamente; é fácil de escovar/pentear e secar com uma toalha. Perdem o pêlo, mais no verão, mas se estiverem morando em casas aquecidas, a natureza tentará fazer com que percam pêlo no inverno também. Sua ‘cauda de lontra’ é abanada durante grande parte do tempo, e donas de casa devem lembrar de evitar objetos quebráveis na altura da cauda. Labradores são fáceis de treinar e começam a aprender bastante cedo, com gentileza e carinho

Legal né? Se você têm um labrador ou está prestes a comprar um, veja as dicas e produtos que o Meu Amigo Pet separou especialmente para eles:

Rações específicas para Labrador:( tem como colocar um link para essa coleção ecolocar a foto dos produtos??

http://bit.ly/1836Loq


Anterior: Mania de revirar lixo Próximo: Aprenda a Linguagem dos Cachorros