A alimentação correta para gatinhos idosos

A alimentação correta para gatinhos idosos

Ter um bichano em casa é uma experiência muito prazerosa. Gatinhos têm sua independência e se adequam muito bem ao lar.

O número de bichanos nos lares brasileiros aumentou bastante nos últimos anos, assim como a expectativa de vida desses animais. Hoje, os gatos domésticos podem chegar a 15 anos de idade, algo que era irreal anos atrás, resultado do fim da exposição desses animais aos perigos e doenças de rua e da evolução da medicina felina.

Mas conforme os bichanos vão envelhecendo, algumas medidas precisam ser tomadas para garantir a qualidade de vida deles. A principal delas é a alimentação. A nutrição específica pode ajudar a manter a saúde e longevidade do gato, principalmente a partir dos 12 anos. Isso porque, a partir dessa idade, o sistema do bichinho começa a apresentar falhas e o corpo tende a não processar a absorção dos nutrientes corretamente, o que pode gerar perda de peso e massa magra, além de problemas renais, doenças degenerativas, problemas de dentição, constipação e pele ressecada.

Gatinhos idosos têm mais dificuldades de absorver certos nutrientes. Nesse caso, ofereça rações com quantidades ideais de proteína e gordura de alta qualidade e fácil aproveitamento, e não diminua as doses destes nutrientes em fases avançadas. Em caso de vômitos ou obstruções geradas por bolas de pelos, ofereça fibras de alta qualidade (aveia, fibra de cana), pois elas auxiliam na eliminação das bolas de pelo.

Siga essas dicas e melhore a qualidade de vida e a longevidade do seu bichano querido. E como a alimentação é muito importante nessa etapa da vida do seu gatinho, por que não escolher a melhor ração pra ele no site do Meu Amigo Pet?

Fonte: PetMag 


Anterior: Raça: Bulldog Francês Próximo: Raças: Pequeno Cão Leão