Como montar o banheirinho do gato?

Por Alexandre Rossi e Caroline Serratto

Gatos são animais muito asseados. Geralmente, se adaptam facilmente ao uso de um banheirinho específico, mas em alguns casos, podem começar a errar o local de suas necessidades, causando transtornos para o proprietário.

Muitas vezes, o bichano acaba se aliviando em outros lugares, porque sua caixa higiênica não está de acordo com o que o felino precisa. Por isso, é preciso observar os seguintes itens:

• Quantidade: o número de caixas deve ser sempre um a mais do que o número de gatos da casa. Se há dois gatos, coloque três opções de banheiro;

• Local: o banheirinho deve ser de fácil acesso para o gato. Não deve ficar muito isolado na casa, em um local onde não existe nenhuma circulação de pessoas, mas tem que oferecer certa “privacidade” para o bichano. Evite colocar a caixa próxima a portas que batem, máquinas de lavar ou qualquer coisa que possa fazer barulhos altos e assustar o felino;

• Composição: a quantidade de areia deve ser suficiente para que o gato possa fazer o buraco e depois cobrir totalmente as fezes. O tipo de areia – mais fina ou grossa – vai variar de acordo com as preferências do bichano, mas geralmente as areias muito finas são mais fáceis para limpar o banheiro, pois formam torrões com a urina. Porém, podem entrar em maior quantidade sob as unhas do animal e espalhar pela casa. As areias de grãos mais grossos não possuem muita aceitação dos gatos, então geralmente acabamos optando por um tamanho intermediário. De qualquer forma, o ideal é testar alguns tipos e ver qual o felino gosta mais;

• Tipos: existem caixas de areia abertas (bandeja) e opções fechadas, que lembram uma caixa de transporte. Essa última facilita muito a limpeza, pois a areia não cai para fora da bandeja. Porém, alguns felinos demoram um pouco para se adaptar a entrar e sair do banheiro. Por isso, o treino deve ocorrer de forma gradual e sem forçar o animal a entrar, pois ele pode ficar com medo;

• Limpeza: a caixa deve ser limpa com frequência. Alguns gatos simplesmente se recusam a usar um banheirinho sujo. Portanto, se ficar apertado e a caixa não estiver limpa, ele pode acabar procurando outro local para se aliviar.


Anterior: Cães ajudam mulheres na gravidez Próximo: Tecnologia, dos humanos para os pets